Em 2009 pelos bares da vida em Porto Alegre, dois caxienses se conheceram.

Ela, uma alemoa (apelido carinhoso dado pelos amigos) que gosta de uma boa conversa e que não faz cerimônia para fazer novos amigos, roqueira, gateira (ama seus gatos), gosta de uma boa cerveja e adora agnoline (capeletti)!

Ele, (como ela mesmo diz) um gurizão, que não gosta de ser o centro das atenções, que nunca pensou em casar e só queria andar no Gol vinho (carro que ele tinha na época) dando cavalinho de pau com a Avó (essa história é demais, ainda mais ouvida pelas palavras da Alê heheheheh), roqueiro, gateiro, gosta de uma boa cerveja e adora um churrasco.

Duas pessoas que nunca haviam se cruzado pelas ruas de Caxias que o destino acabou unindo na Capital Gaúcha e que desde aquela noite de verão nunca mais se separaram, era muita sintonia no ar e a história não poderia ter sido diferente. Depois disso logo decidiram morar juntos, adotaram os primogênitos (o Bergamota e o Bartolomeu) que modéstia à parte são umas figuras (também amo gatos) e tem até Instagram – Bergamotisses Bartolomisses, segue lá que é demais.

A Alê e o Ricardo foram o quinto casal de um grupo de amigos que já fotografamos os casamentos, foi demais poder reencontrar todos eles na festa desses queridos e, obviamente, fizemos o registro disso né, a foto oficial da galera não podia faltar. Esse grupo só de gente querida nos rendeu muitas histórias e fotos sensacionais!

E sobre o casamento o que posso dizer?! Que festa, e que dia!

Agora vamos falar um pouquinho de como foi o dia em que eu e a Andréia lavamos a alma de tanta chuva que caiu naquela terra. Um dia que estava fadado a ser incrível, mas que deixou todo mundo tenso quando ficaram sabendo a previsão do tempo, mas como nossa previsão é muito vaga (geralmente erram) havia uma esperança que dessa vez não seria diferente. Então só para contrariar São Pedro resolveu mandar aquela chuva, e como dizem aqui no Sul “que toró”! Choveu o dia todo, sem trégua, e apesar do aperto no coração, pois não queríamos que a chuva atrapalhasse o dia deles, mas depois dessa experiência só tenho uma coisa a dizer – “deixe que chova!!!” O casamento foi foda (com o perdão da palavra), lindo, emocionante, com uma vibe incrível e a chuva abrilhantou ainda mais o grande dia da vida deles.

Sem sombra de dúvida um dos casamentos mais incríveis que já fotografamos, teve choro, teve risada, teve vento, teve chuva, a gente se molhou pra caramba, mas sabe como ficou? FICOU LINDO DEMAIS! Eu não consigo imaginar um dia diferente para esses dois, não podemos dizer que não, pois, fiotografar na chuva foi extremamente desgastante, mas o resultado ficou surpreendente, e ficamos apaixonados fotos.

A cada dia temos encontrado mais e mais pessoas do bem no nosso caminho, e isso enche nosso coração de alegria, pessoas que não são apenas clientes, são amigos, pessoas que compartilhamos histórias e momentos de nossas vidas. Que demais isso!

Mas vamos parar de falar um pouco e deixar vocês verem o resultado de tudo isso!

Um super beijo para essa família linda que em breve vai ter mais uma integrante, a pequena  Isadora que curtiu tudo isso desde o casamento, quentinha na barriga da mamãe.


Profissionais:

Fotografia: Renan Radici e Andréia Menezes
Assistente: Bernardo Giesel
Cerimonial e Organização: Linda Flores
Cerimônia, Recepção e Festa: Casa Valduga

Um comentário

  • Alice Xavier disse:

    Que fotos lindas, como sempre!!! Transmitem a maior beleza, que é a emoção de cada momento. Renan e Andrea você são demais, sorte da nossa turma ter vocês como “fotógrafos oficiais” hehehe
    Grande beijo meu e do Pato

Deixe um comentário